Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

As cuecas do papai

Organização é tudo. O cuidado, o carinho, a neura que temos com relação à lavagem das roupas dos nossos filhos quando bebês são significativos. Sabão de coco, lavagem à mão, quem não fez isso? Quem tinha coragem de colocar aquelas roupas mais lindinhas na máquina de lavar? Eu não tinha! Me lembro de lavar todas as roupas da Luísa e depois deixá-las um pouquinho de molho em amaciante para bebês. Que delícia de cheirinho.

Com o passar do tempo e a criação de anticorpos, comecei a lavar as roupas dela na máquina, com sabão normal, mas sempre separadas das nossas. Continuava com o amaciante para bebês, só por causa do cheirinho. Com mais um pouco de tempo passado, tive que deixar o amaciante de lado, pois Luísa adquiriu uma alergia respiratória que me fez excluir tudo quanto era cheirinho gostoso.

Hoje as coisas são bem diferentes. Com a correria dos meus dias, por conta de horários apertados, me dou ao trabalho de separar as roupas aqui de casa por cores só, mas todas juntas: as minhas, as da Luísa e as do marido. Lavo as brancas (incluindo calcinhas e cuecas brancas)....as pretas (incluindo calcinhas e cuecas pretas)...as coloridas (incluindo calcinhas coloridas)....os panos de cozinha...os panos de chão....as toalhas e lençóis de cama...e é isso.

Só que foi Carnaval, gente!!! Época de tirar as fantasias da Lulú do guarda roupas e botar pra sambar: na escola e no Sesc. O problema foi na hora de lavá-las! Com a correria dos meus dias, por conta de horários apertados, coloquei a capa de Elsa (Frozen) na máquina de lavar, junto com algumas outras peças coloridas. Misturei também umas cuecas brancas e pretas do marido, umas calcinhas minhas e uma bermudinha jeans. O resultado foi catastrófico!!! Ficou tudo brilhante! Tudo com glitter! A bernudinha, as calcinhas, as peças coloridas e as cuecas do papai. E não é pouco glitter, não. É muito glitter!

Umas cinco cuecas com glitter enfeitam a gaveta dele.
E ele, ó:


Ficou felizão comigo....
Agora vou lá escovar as roupas todas...





quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Primeiras provas

Já faz mais de dez minutos que Lulú está assim: diz que estudando matemática.




Sempre disse que gostaria muito que Luísa puxasse o pai no quesito gostar de estudar, pois eu aqui nunca fui fã. E agorinha mesmo, saio do banho e me deparo com a cena acima: Sssshhhhhh....tô estudando matemática, mãe...

Só agora, no segundo ano do ensino fundamental é que ela vai começar a ter provas e paira no ar uma mistura de ansiedade e medo. Sei lá quem colocou isso nela: uma amiguinha que tem irmão mais velho, uma professora, não sei. O que importa é que acho que estou conseguindo tranquilizá-la e fazer com que se empolgue.

Esse cantinho da foto está super improvisado - por ela, claro! Meu objetivo é trocar a TV de lugar, comprar uma cadeira roxa que ela tanto quer, uma luminária bem fofa e liberar um espaço bom nesse canto para que ela ame ficar aí.
Encontrei umas ideias de cantinhos de estudo e divido aqui com vocês.
Estou me inspirando.





Não vejo a hora.

E no Carnaval o que é que teve?

Teve folia e maracatu, teve almoço em família, teve um dia de piscina, teve cineminha e teve um dia inteirinho de preguiça.




quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Muito mais para o seu bebê


Agradeço à JOHNSON´S pelo convite para o Lançamento global de sua nova tagline 
"Muito mais para o seu bebê". 
#somuchmore


O evento aconteceu simultaneamente em 7 países - Estados Unidos, Brasil (hoje, no terraço do JK Iguatemi, em São Paulo), Reino Unido Arábia Saudita, Índia, China e Filipinas, e contou com a participação de alguns especialistas da marca.

Desde que nascem, os bebês precisam de carinho e cuidado, precisam do toque dos pais, que lhes passa segurança, intimidade e amor. Do contato pele a pele. A hora do banho deve ser um ritual de conhecimento e vínculo. Seria ótimo se os PAIS pudessem participar mais deste momento, pois 95% dos banhos são dados por MÃES. Não chego a dizer que posso contar nos dedos as vezes que meu marido se envolveu na hora do banho da Luísa, mas posso afirmar que este momento é mais nosso - meu e dela - do que deles dois.
Por outro lado, posso dizer que Luísa é embalada no sono quase todas as noites com o toque do pai: ela dorme com massagem nos pés. Isso a acalma e, vem cá: meu marido é craque na técnica. Juntou as mãos, um óleo de massagem ou um hidratante e pode-se contar dez minutos pra pequena estar dormindo relaxadamente.

Ganhamos um kit com todos estes produtos JOHNSON`S e mais uma bolsa super prática que pode ser usada como trocador.
Obrigada JOHNSON´S, por realmente se importar com a opinião das mães. 




quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

E por falar em malandragem...

Ontem no jantar, Luísa me pegou de surpresa com uma pergunta que, digamos, tive que pensar pra responder:
-"Mamãe, você já mentiu?"

Dei aquela enroladinha básica, aquela que nos dá tempo de pensar em segundos:
-"Se eu já menti, filha? Já sim."
-"Por que?"

Então lembrei-me de uma dica muito legal da Mônica, quando escrevi sobre como contar a verdade à respeito do Papai Noel:

-"Ah, filha. Às vezes mentimos pra fazer alguma surpresa. Lembra de como já fiz com você? Surpresaaaa!! Era brincadeira!!! É isso."
-"Ah!" 

-" Mas por que tá me perguntando isso? Você já mentiu?

E aí, a malandragem.
Com os dedinhos fazendo aquele gesto de quantidade - todos juntos batendo as pontinhas - ela diz:

-"Muitas vezes. Agora mesmo, falei que tinha escovado os dentes, mas menti. Mas foi só pra não te deixar triste."

Agora, vamos começar a lição tudo otraveiz...

*
*
À respeito da mentira, sabemos que o assunto é muito mais complexo que o simples motivo que dei à ela. Mas na minha opinião, por hora está bom. É como a criança perguntar sobre sexo. Para a idade dela, responderia simplesmente o necessário, sem grandes detalhes e complexidades. No momento certo ficarei feliz em explicar tintim por tintim sobre tudo o que ela me perguntar. E este momento certo, quem saberá quando será somos só nós aqui de casa. Né?