Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

A festa do papai

Ansiosa com a festa surpresa que ela mesma inventou para o aniversário do pai, Luísa arrisca:
- "Papai, qual é o seu super herói preferido? Homem Aranha, Batman ou o Super Homem?
E o pai, malandrão:
- "Mulher Maravilha, filha!"
Luísa olhou pra mim, sorriu e acabou a conversa.
10 dias depois.....



Feliz Aniversário, Papai!




quarta-feira, 16 de julho de 2014

Eu uso óculusssss

Agora Luísa usa óculos.
Problemas com a visão?
Que nada. O nome da doença é lombriguite aguda.

Há um tempinho atrás, Luísa começou a reclamar de dor nos olhos, coceira, dor de cabeça e até um pouco de dificuldade para ler. Insistindo no assunto, mas já sabendo que alguma amiguinha da classe dela tinha começado a usar óculos, e que, provavelmente se tratasse mais de uma vontade do que de uma dificuldade, resolvi levá-la ao oftalmo. Sabe como é mãe, né? Não custa verificar.

O resultado foi engraçadíssimo: ela não só enxerga super bem, como lê super bem também. A velocidade com que ela falava as letrinhas para a oftalmo foi fantástica. Mas percebendo, pelo meu olhar e tom sarcástico, ela nos receitou um óculos: 0 num olho e 0,25 no outro.

Tá toda felizona!

.


sábado, 28 de junho de 2014

Jardim Botânico

Outro lugar bem bacana para ser visitado nas férias é o Jardim Botânico Irmãos Villas Boas.
Fica próximo ao Parque das Águas, e é um lugar lindo para quem gosta de tirar muitas fotos.






sexta-feira, 27 de junho de 2014

Um programa para as férias


Para os que são de Sorocaba e região, vale a pena se programar e fazer a ciclovia da marginal Dom Aguirre de bike com a criançada. Apesar de movimentada, a pista está linda e florida.




Eu juro...

...que nunca mais vou ficar brava e fazer cara de mal para minha filha. Prometo dar broncas somente sorrindo.

A dermatologista já havia me recomendado botóx, mas nada melhor, nadinha mesmo, que a opinião sincera de uma criança, para te fazer perceber que você realmente precisa de um botóx, urgentemente.

Enquanto eu e meu marido conversávamos, Luísa sassaricava entre nós:

-"Mãe, me dá uma atividade pra fazer?" Ela me disse, trazendo um livro cheio de atividades.
Escolhi uma, na qual ela teria que desenhar uma pessoa da família e colocar seu grau de parentesco. Claro que ela decidiu me desenhar, já que o pai é muito difícil, por conta das tranças nos cabelos.
Detalhista como é, começou a contar até as pintas do meu rosto.
Quando me olho naquele desenho, vi um monstro. Uma bruxa, na verdade:

-"Luísa, o que é isso na minha testa? E essas bolas no meu rosto?"
-"Mãe, é que você tem esse risquinho aqui na testa (explicando sobre a minha ruga de expressão) e estas bolinhas assim, ó (falando sobre umas pintas despigmentadas)".

Jurei, que à partir de hoje, só vou olhar para ela sorrindo.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Das loucuras....

Para aquele tipo de mãe que tenta fazer quase tudo sempre certo (quem não é assim?), que preza uma boa alimentação, uma boa educação, um bom relacionamento com todos, dei um passo largo e torto este fim de semana.
Levei Luísa no show da Anitta.
Sem mais...



Bom, péra lá. Deixa contar um pouquinho.
Trata-se de um show de funk, portanto, é óbvio que não é um show para crianças. Só que se eu contasse a quantidade de crianças que estavam lá, vocês ficariam impressionadas.
Anitta tem algo de Kelly Key, sabe? Aquela coisinha vulgar aos nossos olhos, mas que, aos olhos das crianças, sei lá, encanta. Anitta só rebola. Aposto que nas letras das músicas (algumas bem pesadas e ousadas), as crianças mal prestam tanta atenção.
Marido detestou o show. Disse à Luísa que ela só volta para um show da Anitta quando estiver dirigindo seu próprio carro.
Mas querem saber? Valeu! Valeu, fazer o quê?






quarta-feira, 11 de junho de 2014

Isso não é nome, e sim, apelido

No banho:
-"Lulu´, vamos lavar essa perereca?"
-"Mãe, por favor, pára de chamar minha periquita de perereca!"
Risos. Muitos risos.
-"Ok, filha, mas você sabe qual é o verdadeiro nome da periquita? É vagina."
Risinhos.
-"E como chama o pipi do papai, de verdade?"
-"É pênis, filha. "

Sábado à noite, voltando do restaurante para casa, pergunto, em tom de "chamada oral":
-"Filha, como é mesmo o nome verdadeiro da periquita?"
-"Hummm, não lembro.."
E dou a dica:
-"É vaaaaa-....."
E ela:
-".....-selina!!!"

Eilá.